Orientação espacial em pessoas com deficiência visual: um estudo de triangulação por meio de monitoramento remoto

DSpace Repository

Orientação espacial em pessoas com deficiência visual: um estudo de triangulação por meio de monitoramento remoto

Show full item record

Title: Orientação espacial em pessoas com deficiência visual: um estudo de triangulação por meio de monitoramento remoto
Author: Custodio, Vagner Sérgio; Duarte, Edison; Elias, Adão robson
Description: This study was conducted to investigate how visually impaired people perform distance estimation tasks by movement and navigation during deprivation of effective perceptual and proprioceptive information. For that they performed the task of walking three distances, being the first and second of 100 meters and the third of 140 meters (triangulation) from a point of origin in open field on a inverted L shaped trajectory and then returning to the origin. The first and second tasks were driven by means of a guide with GPS adapted to the study coordinates, and the third one was freeform with three sessions, the first without perceptual and proprioceptive restrictions, the second without auditory perception, and the third in a wheelchair, without proprioception. The objective of this study was to indicate the differences in distance reproduction in relation to accuracy and investigate the spatial representation of participants in a navigation task, in which there is active movement, but no effective perceptual and proprioceptive information. Results showed that the average participants underestimated distances producing average angles close to the value of 45°. And by means of the "t" students test no significant differences between subjects can be pointed out. To achieve these results we used remote monitoring by GPS and software TrackMaker.Esse estudo foi realizado para investigar como as pessoas com deficiencia visual, realizam tarefas de estimação de distâncias por locomoção e navegação durante privação de efetivas informações perceptuais e proprioceptivas. Para isso 8 cegos realizaram a tarefa de caminhar três distâncias sendo a primeira e segunda de 100 metros e a terceira de 140 metros (triangulação) a partir de um ponto de origem no campo aberto numa trajetória em L invertido e em seguida o retorno à origem, sendo as duas primeiras orientadas por meio de um pesquisador-guia com GPS programado as coordenadas do estudo, e a terceira de forma livre sendo tres sessões, a primeira sem nenhum tipo de restrição perceptual e proprioceptiva, a segunda sem a percepção auditiva, e a terceira na cadeira de rodas ou seja sem a propriocepção. O objetivo desse estudo foi indicar as diferenças na reprodução de distâncias com relação a acuracia e investigar a representação espacial dos participantes em uma tarefa de navegação, em que há locomoção ativa, mas sem informações perceptuais e proprioceptivas efetivas. Tendo como resultado que os participantes na média subestimaram as distâncias produzindo ângulos médios próximos do valor de 45°. E por meio do teste ?t? students não pode se apontar diferenças significantes entre os sujeitos. Para se chegar a esses resultados foi utilizado monitoramento remoto por meio de GPS e software trackmaker.
URI: http://www.revistajopef.com.br/revista_jopef_v13_2012.pdf
Revista Científica JOPEF, v. 13, n. 1, p. 03-09, 2012.
1806-1508
http://hdl.handle.net/11449/124549
520917673964692
Date: 2016-04-20


Files in this item

Files Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Browse

My Account